RECEPTADORES E LADRÕES DE VEÍCULOS NA REGIÃO DE UMUARAMA SÃO PRESOS

 

Umuarama – Três pessoas suspeitas de estarem envolvidas no assalto a uma propriedade rural, situada às margens da PR-32, sentido Guaíra e receptação de automóveis foram transferidas para a 7ª Subdivisão Policial de Umuarama, na tarde de ontem.

 

Os suspeitos, um umuaramense e dois paraguaios, foram detidos em flagrante pela Polícia Rodoviária Federal, no dia 21 de dezembro, em Guaíra e agora vão responder a processo em Umuarama.
 

De acordo com o delegado chefe da 7ª SDP, Pedro Lucena, o umuaramense Edione Alves de Morais, de 23 anos, foi pego em flagrante pela PF de Guaíra, quando tentava levar o veículo roubado, uma caminhonete Hilux Toyota para o Paraguai. No ato da prisão, os receptadores entraram em contato com o suspeito e os policiais conseguiram marcar uma suposta entrega do veículo, para formalizar o flagrante. Quando chegaram ao local, os receptadores Juan Domingo Acosta e Ramon Reinaldo Castillo Britez, ambos residentes no Paraguai, foram presos e encaminhados à delegacia de Guairá.

 

Agora com a transferência, os paraguaios irão responder por receptação e o umuaramense por roubo, após ser reconhecido pelas vítimas. “Sabemos que no dia do assalto a propriedade rural três pessoas participaram do crime. Por isso, a Polícia Civil continua o trabalho de investigação para solucionar o crime por completo desmontar essa quadrilha”, diz o delegado.

 

Entenda o crime: O assalto aconteceu em uma propriedade rural, a oito quilômetros de Umuarama, às margens da PR-323, sentido Guaíra. Três homens armados renderam o dono da fazenda e a sua funcionária que estava no interior da casa. Ao darem voz de assalto, os suspeitos pediram a chave da caminhonete Toyota Hilux, porém tentaram negociar, exigindo dinheiro em troca do veículo, mas a vítima não tinha a quantia exigida.
Sem acerto, o fazendeiro e sua funcionária foram presos na garagem, enquanto os homens levaram do local um revólver calibre 38 e o veículo. No momento da fuga, as vítimas conseguiram se soltar. Quebraram a porta e ligaram para um familiar, que acionou rapidamente a Polícia Militar.

A PM informou todas as polícias da região e horas depois o fazendeiro recebeu um telefonema dizendo que o veículo tinha sido recuperado. As vítimas reconheceram apenas Edione. Ele foi autuado em flagrante por roubo.

 

Problemas com a lei: Edione Alves de Morais, que foi atuado em flagrante pelo roubo da Hilux, em julho deste ano foi baleado por um adolescente, de 15 anos, no conjunto Arco-Íris. O menor que atirou em Morais é irmão de Lucas Aparecido Cazelato, 17 anos, morto em um confronto com a Polícia Militar no início do mesmo mês, na entrada do jardim Panorama.

 

Fonte: ilustrado