HOMEM MANTÉM EX-MULHER DE REFÉM POR MAIS DE 17 HORAS EM PARANAVAÍ

Desde as 16h da terça-feira (27), a polícia negocia com um homem de 28 anos que mantém a ex-mulher refém dentro de casa no município de Paranavaí, noroeste do Paraná. Segundo informações da polícia, durante a madrugada o rapaz disse que a ex-mulher estava liberada, mas ela não quis sair. Ela teria medo de que o ex-marido atirasse contra ele mesmo.

 

A refém e o rapaz foram casados por dois anos, mas há três meses estão separados. Eles têm uma filha de três anos. A polícia informou que o fato teria sido motivado pela vontade do ex-marido era de passar mais tempo com a filha do casal.

Na tarde de terça, o homem parou um ônibus de trabalhadores onde estava a ex-mulher e armado, fez com que ela fosse até a casa dele.

Os policiais ainda não tentaram invadir o local, porque a casa em que o homem mantém a mulher refém é pequena e tem apenas uma entrada. Uma equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) de Curitiba, especializada em negociações de sequestro, chegou à Paranavaí na madrugada desta quarta-feira (28) para colaborar com o desenrolar da situação. O comandante regional da Polícia Militar de Maringá também se uniu ao grupo de policiais que trabalham na ocorrência.

De acordo com a polícia, o ex-marido não faz nenhum pedido, o que dificulta as negociações. Ele chegou a exigir um advogado, mas só se comunicou com ele por telefone.

Às 7h45, a polícia continuava as negocioações por telefone com o rapaz.

Fonte: G1


.