BALEADA NA MÃO INOCENTA ADRIANO E DEIXA DIVIDA DE R$ 82 MIL EM HOSPITAL

 

A acareação entre Adriene Cirylo e o jogador Adriano, do Corinthians, terminou com a confissão da mulher que foi ela a autora do disparo que a atingiu na mão, acidentalmente. O caso aconteceu na manhã do último sábado, dentro do carro do atleta, em frente a uma boate do Rio.

 

Adriano era acusado pela baleada de ter feito o disparo, ao brincar com a arma de seu segurança, um policial reformado. A versão já havia sido desmentida pelas outras pessoas que estavam no carro, e na saída da acareação ele se disse “aliviado”.

 

“Estou aliviado porque realmente as provas estão comprovando que eu não fiz o disparo", afirmou o jogador na noite de quarta-feira, na saída da delegacia. Ele declarou, ainda, que espera que a história tenha sido dada como encerrada.

 

Mas, segundo a polícia, Adriene deixou uma dívida de R$ 82 mil no hospital, que o atleta já se recusou a pagar, já que ela agiu “de má fé”. A mulher pode ser processada pelo Barra D’Or, onde ficou cinco dias internada em um quarto particular e passou por uma cirurgia para a reconstrução do dedo indicador da mão esquerda, feita por um renomado médico. 

 

O jogador Adriano não vai mais pagar o tratamento da jovem de 20 anos baleada na mão dentro de seu veículo, na manhã do último sábado, no Rio. Em depoimento de cerca de duas horas à polícia, ele voltou a negar que tenha sido o autor do disparo e afirmou que dirigia o veículo (o tiro partiu do banco traseiro).

 

Seu advogado, Ivan Santiago, disse que o depoimento foi bom e foram mantidas as declarações feitas anteriormente. Na chegada à delegacia, o jogador afirmou que a jovem "não tem caráter e agiu de má-fé" ao acusá-lo.

 

O atleta nega conhecer a jovem, que alega ter sido ele o autor do disparo, quando brincava com a arma. Já as outras pessoas presentes no veículo dizem que foi a moça quem atirou contra si mesma. Segundo Adriano, ele dava carona à mulher a pedido de um amigo.

 

Ambos foram submetidos ao exame de resíduo de pólvora. O delegado disse que deve ser feita uma acareação entre a jovem e Adriano, e quem estiver mentido será punido.

 

Fonte: POP