VEJA A ENTREVISTA DO PADRE GASPAR, MOMENTOS ANTES DE RECEBER O TITULO DE CIDADÃO HONORÁRIO

07/12/2011 16:36

Padre Gaspar ao lado do Padre Carlos no Jubileu de Ouro

 

PADRE GASPAR RECEBE TÍTULO DE “CIDADÃO HONORÁRIO” NESTA QUARTA-FEIRA

 

                O Pároco Pe. Gaspar, da Paróquia da Igreja São João Batista de Moreira Sales, nesta quarta-feira (07), em solenidade especialmente preparada para receber o título de “Cidadão Honorário” de Moreira Sales na Câmara Municipal de Moreira Sales, das mãos do presidente do legislativo Daniel Pacor e do Executivo Luiz Antonio Volpato a partir das 20h30min, todos os munícipes estão convidados a participarem desta solenidade.

 

Veja a entrevista exclusiva do repórter Gil Riguette do MoreiraNet e MS Noticias,

feita nesta quarta-feira, antes da homenagem ao Pe. Gaspar.

 

01 - Padre Gaspar é um prazer imenso, poder entrevista-lo para nossos meios de comunicação, e começamos do inicio, como surgiu a vocação para Padre em sua vida?

 

Primeiramente boa tarde Gil, é um prazer estar aqui com você e através do MoreiraNet e levar informações através das noticias, a minha vocação vem através de minha família, somos em 08 irmãos, meus pais, somos 04 irmãos homes e 04 mulheres, sempre trabalhamos na roça, onde o centro era a igreja o trabalho e o futebol de tradição, então cresci numa família católica, cresci participando ativamente da igreja desde criança, gostava de estar participando, na adolescência era catequista, quando o padre Ademar me convidou para me tornar ministro da comunhão eucarística, ele foi vendo que tinha esse gosto pela igreja e me convidou quando ei tinha 18 anos para ingressar no seminário, fiquei ano de acompanhamento vocacional com ele, depois ingressei no seminário Bom Pastor de Umuarama onde fiquei 01 ano e depois 03 anos em Maringa no filosofia e depois 04 anos no teologia em Londrina. Então resumidamente a vocação nasceu do berço cristão/católico e pelo convite do padre.

 

02 – E Moreira Sales, já conhecia? Como recebeu a noticia que seria o padre de nossa Igreja?

                Moreira Sales conhecia apenas de nome, depois quando era padre numa ocasião vim pra cá, já fazia 03 anos que era padre, era reitor do seminário e não tinha ainda assumido uma paróquia como pároco, então conhecia por nome e pelas boas noticias, e uns 03 meses antes  de assumir aqui eu presidi uma celebração na ocasião da doença do padre Arthur, e depois Don Mauro me convidou a fazer uma experiência aqui em Moreira Sales.

 

03 - Em que ano foi designado o padre de Moreira Sales? E qual a maior dificuldade encontrada aqui na Paróquia, que percebeu ao chegar?

 

                Fui designado em 09 de fevereiro de 2006, foi o dia que tomei posse, naquele dia deu uma forte chuva, e a maior dificuldade acho, é que vim com um espírito de um jovem de 30 anos, e iria substituir uma geração de um padre que tinha passado, como o padre Antonio de 75 anos, com um jeito europeu de trabalhar e o padre Arthur que estava a 04 anos aqui e com 85 anos, e um estilo de rezar e viver a igreja de uma outra geração, não estou depreciando, é uma questão de formação nova de seminário, no inicio o maior desafio era esse, confrontar pensamentos e idéias e gerações.

 

04 – o Sr. Acredita, que seus esforços foram fundamentais para todas essas estruturações físicas, como por ex. a modernização da Igreja Matriz?

 

                Eu acredito que além da minha participação, todos os moreirassalenses, especialmete as pessoas que trabalharam comigo na coordenação do conselho econômico paroquial, que na época era Cleusa Merlotto, o Marcos Adamo, Zé Martins, Valdecir Paulique, Vanderlene, Edval e outros, essa foi a equipe de economia para acertarmos novos rumos e planejamos à cada ano, cada mês, muitos acertos com certeza se deve as nossas idéias, mas eu não atribuo isso a mim, mas o conjunto que nos fizemos.

 

05 – Moreira Sales tem um diferencial das demais Paróquias? Se tiver, quais são?

 

                Eu acredito que aqui é um povo religioso em sua maioria, um povo que acolhe bem as propostas, é um pessoal solidário comparado com outras paróquias, temos a pastoral do dizimo forte, que ainda pode crescer, nossa pastoral o povo ajuda bastante e até admirada por outras paróquias de nossa região, o diferencial é que as pessoas na sua maioria acreditam no trabalho e nas propostas e aderem com rigor com coragem com empenho e o sucesso se deve a isso também.

 

06 – Defina Moreira Sales numa única palavra?

 

                Eu sempre quando eu viajo, eu volto pra minha casa, eu digo assim: Moreira Sales é um povo hospitaleiro, a hospitalidade e a alegria desse povo.

 

07 – O Sr. Já recebeu criticas de nossa sociedade por ter uma vida social ativa, o que pensa a respeito?

 

                Isso vem de encontro com a pergunta que já respondi, um choque de gerações e de formação do sacerdote, hoje a formação entre os padres, os padres são mais presentes em tudo, até porque o católico se você não for buscar fora, eles não vem para dentro da igreja, e agregando a um pouco do meu jeito de ser, um pouco e certa forma extrovertido, por ser musico, por gostar de futebol, então naturalmente surgiu este gosto de estar no meio das pessoas, então isso é um choque que acredito natural das coisas, no inicio foi maior e agora ainda tem um pouco mas as pessoas em sua maioria entenderam o objetivo dessa presença nossa.

 

08 – A sociedade também em sua maioria, concorda que o Sr. Foi o responsável para trazer de volta os católicas à freqüentar a Igreja, ou seja, mudou a imagem da Igreja Católica em nossa cidade, isso tem um pouco a haver com sua vida social ativa?

 

                Acredito que tudo contribui como já disse, a amizade hoje do padre não pode ficar só dentro da sacristia, mais tem que ir aos lugares, tem que estar presentes em eventos socias, eu gosta de estar presente na sociedade e o tempo que tenho faço questão de ver os amigos. Acredito que sim, na amizade, estar presente e dar a liberdade a muitas pessoas que até me chamam de Gaspar, que se sente tão próximo ou amigo, mas claro que temos que saber as diferenças da função do padre como dos momentos que estamos juntos.

 

09 – Diga uma realização, e uma decepção a frente da Paróquia nesses anos?

 

                Foi a primeira paróquia que assumimos, e temos tantas conquistas nestes sentidos da construção da igreja, reforma do salão paroquial, centro catequético, secretaria paroquial, a Kombi esses bens matérias, mas também por trazer mais pessoas, a participação, a movimentação das pastorais, a ativação da liturgia, e tudo isso foi um bem culto de motivos para nos alegrar. Decepção? Não sei se uma decepção ou uma frustração, talvez assim, de repente não conquista as pessoas da forma que a gente queria ou não consegui passa realmente uma intenção do que a gente realmente quer estando presente nos lugares, e nisso ouvimos uma critica, ou critica construtiva, outras vezes em relação a não gostar da pessoa da gente em vez daquilo que a gente fez, mas amadureci muito nisso, e no inicio quando cheguei aqui eu rebatia muito as criticas, mas eu aprendi a ser relativo a muitas coisas até mesmo porque muitas criticas elas são construtivas pra mim e cresci muito com isso e muitas nem levo em conta porque é mais por preconceito ou estigma que passei para as pessoas.

 

10 – Qual o término de sua evangelização a frente desta Paróquia? Se dependesse de sua vontade ao término, desejaria sair e realizar outros objetivos, ou permaneceria?

 

                Então, fui nomeado por Don Mauro por cinco anos, no inicio de 2010 venceu, então o bispo Don Javier me renovou para mais 03 anos que o tempo mínimo de renovação, e agora eu assumi o trabalho de coordenação da evangelização, e o bispo já propôs que eu fosse pra mais perto de Campo Mourão, para coordenar por lá as pastorais, mais ao mesmo tempo tenho o coração pregado aqui e os pé plantados aqui (risos), por mim não sairia daqui nunca desta paróquia, a gente é novo e temos que aproveitar o vigor nesse momento, e depois ficamos mais velhos com a tendência e situar-se e se colocar num local e parar um pouco mais, mas acredito que 06 07 anos é uma experiência boa numa paróquia e temos que dar aberturas para outros padres tambem oferecer algo diferente do que a gente ofereceu.

 

11 – Além da Fé e a paixão pelo que faz, também tem outras preferências como musica, futebol e pagode, como é isso Padre?

 

                A musica vem especialmente de meu pai que é tocador de folia de reis, toca violão, bumbo, vários instrumentos e entre oito irmãos só que tive a bênção entre aspas (risos) de tocar instrumentos, mas é uma bênção boa que Deus me deu, por gostar de musicas e melodias a gente acaba gostando de todas as musicas, tem o samba e a alegria de tocar cavaquinho, e tenho facilidade em tocar instrumentos de corda, e gosto de participar das festas e com os amigos, essa paixões vem de família é um dom que Deus nos concedeu, e usamos as vezes na missa e com os amigos. Futebol, meu pai, tio e irmãos todos futeboleiro, nenhum profissional mas todos gostam de jogar bola, desde novo ate queria ser jogador, mas não tinha futebol suficiente para tanto, tenho um sobrinho que mora no sitio, ele foi escolhido para treinar na escolinha do Santos ele tem 12 anos, sempre quando eu posso, além de agregar o fator da saúde ao futebol, eu participo e não é pecado algum praticar.

 

12 – Teve alguma influencia para torcer para o São Paulo?

 

                Sim tive, tem meu irmão, em casa somos em 10, meu irmão e eu torcemos para o São Paulo e o restante todos corintianos. Agora a sobrinhada vem assumindo um pouco o São Paulo, pegaram o time naquela fase boa. Mas até o 07 anos eu torcia para o Corinthians, mas depois entro a idade da razão na consegui mais e passei para o São Paulo (risos).

 

13 – Estamos nos aproximando de mais uma eleição municipal, qual o conselho que o Sr. das aos católicos no momento do voto?

 

                Eu acredito que hoje recebendo o titulo de Cidadão Honorário e também somos cidadãos desta cidade, e esta cidade esta de parabéns, dos anos que estou por aqui a cidade se desenvolveu bastante, o crescimento, é uma cidade boa, a gente passa por outras cidades tem prefeitos que as vezes abandona a cidade, e aqui parabenizo tanto o Hugo Berti que fez um belo trabalho e o Luiz Volpato que atualmente esta fazendo um excelente trabalho, a gente chama atenção para as pessoas se preocupar realmente com a cidade, olha seus administradores, ver como esta sendo administrados, veja onde ta sendo empregado o dinheiro, participar destas discussões e estar presentes nos meios políticos, olhar bem os candidatos, o que fazem, o que fez, para escolher e não errar na hora do voto para tentarmos acertamos da melhor maneira possível nosso voto no ano de 2012.

 

14 – Padre Gaspar, hoje o senhor recebe o titulo de “Cidadão Honorário” de nossa cidade, qual a sua satisfação desta homenagem?

 

                É uma honra, e é uma alegria, é a felicidade de fazer parte desta população, deste povo, eu me sinto agora cidadão Moreirassalense com maior responsabilidade ainda, e levar o nome da cidade por todos os lugares. Eu já assumi esta cidade como minha também, pois nasci em roncador e agora tenho uma outra cidade que, além de ser a primeira que trabalhei como padre, o carinho que eu tenho por este povo e por esta cidade e compartilho com todo esse povo esta homenagem que fizeram que o sucesso desta paróquia, fosse o sucesso meu com as demais pessoas presentes neste trabalho, eu fico muito feliz e atribuo esta honra e homenagem a todos os agentes de pastorais, ao povo de Deus, aos chefes, coordenadores e conselhos de pastorais, aos pedreiros que ajudaram a construir, as ofertas de todos os meses, todos aqueles que contribuíram e me ajudaram a receber esta honra e compartilho com todos os moreirassalenses.

 

15 – O sendo muito querido pelos moreirassalenses, já pensou na possibilidade, de quando for chamado ao reino dos céus, ser enterrado em nossa cidade?

 

            Pois é, tai uma coisa importante, o bispo tem feito um documento que não me lembro o nome agora, que onde queremos ser enterrado, claro que tenho meus familiares que moram em Roncador, e eles também irão decidir comigo, e seria uma honra também, mas como irei demorar muito tempo para morrer (risos), vou prorrogar esta decisão. 

       

16 – Obrigado Pe. Gaspar, nossos leitores do Jornal MS Noticias e usuários do site MoreiraNet, agradecemos por nos atender e nos conceder esta entrevista. Fique a vontade para dizer suas considerações finais:

 

                Quero parabenizar seu trabalho Gilberto, tanto pelo jornal MS Noticias, como pelo Site MoreiraNet, hoje mesmo conversei com uma amiga que me disse ser de praxe acessar todos os dias o site, e eu também sempre vejo quando posso, o Jornal já estive aparecendo algumas vezes, muito bem produzido, parabéns a você. Agradecer todas as pessoas antecipadamente que vão estar presentes hoje na Câmara Municipal, e o povo de Moreira Sales, que é um povo carinhoso, povo que eu amo, que na sua maioria aprendeu a me amar e entender as limitações do padre, pois antes der padre, sou ser humano.      

 

Com o prefeito na obra da nova fachada da Igreja

—————

Voltar