POLICIA RODOVIÁRIA APREENDE 400KG DE MACONHA NA PR-468 PRÓXIMO A MARILUZ

17/12/2011 09:31

 

     

     A PRE (Polícia Rodoviária Estadual) de Cruzeiro do Oeste fecha a semana com chave de ouro: apreensão de 400 quilos de maconha, uma Parati City, placas ANA-6657, de Florianópolis (SC), uma espingarda calibre 12, 305 munições, uma mira laser para pistola, um celular, outros objetos e a prisão de Alessandro de Oliveira Avalo, 30 anos, morador em São Pedro (MS).

 

     O flagrante ocorreu às 11h10 de ontem na PR-468, trecho Umuarama a Mariluz. Conforme o B.O. quando os policiais estavam fazendo atendimento a um acidente, a Parati passou pelo local e as autoridades notaram excesso de carga, além de película (isofilme) em todos os vidros, com a cor não permitida pela legislação de trânsito. Foi dada a ordem de parada ao condutor, que não respeitou e empreendeu fuga. A Parati trafegava no sentido Umuarama a Mariluz. Os policiais efetuaram acompanhamento tático e conseguiram abordar o veículo poucos minutos depois. Após a abertura das portas, foram visualizados vários sacos contendo maconha. Foi dada voz de prisão ao motorista.

    

     O carro e a droga foram encaminhados ao posto policial de Cruzeiro. No interior da Parati foram localizadas: duas caixas de munição para calibre .45, marca CCI Blazer Brass; uma caixa de munição 9mm, Speer Luger; duas caixas para 380, Auto Federal e CBC; uma caixa .380, PMC SPL; uma espingarda 12, Maverick, 88 12 GA, número de série MV 06413K, municiada com cinco cartuchos intactos, Buck Saga; uma mira laser para pistola Royal; uma bolsa com roupas do condutor; uma pochet com documentos pessoais; um aparelho de celular Nokia e duas placas HQG-7664, de Dourados (MS). Com relação à droga, a polícia contou 18 fardos com 364 tabletes que, depois de pesados, totalizaram 400 quilos de Canabis Sativa (maconha).

 

     R$ 10 mil pelo “serviço” Alessandro, de apelido “Mandrová”, relatou que tomou posse do veículo em Ponta Porá (MS) e ia levá-lo, juntamente com produtos ilícitos, até Ponta Grossa. Para esse “serviço” ele disse que receberia R$ 10 mil. O condutor, veículo, droga, munições e a arma foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil de Umuarama.

Fonte: ilustrado

 

 

—————

Voltar