MANIFESTAÇÃO PELA DUPLICAÇÃO DA PR-323 EM UMUARAMA

27/10/2011 08:29

Entre 8 e 10 da manhã desta quarta-feira, uma manifestação de lideranças de Umuarama que integram o movimento “PR-323 – Duplicação Já – Pela vida, por mais desenvolvimento”, provocou filas de aproximadamente cinco quilômetros nos dois sentidos da rodovia, no trecho compreendido entre o viaduto de acesso à Avenida Tiradentes e a rodovia de acesso a Mariluz.

 

O objetivo foi o de mobilizar a comunidade e chamar a atenção das autoridades políticas e do governo. Em Cianorte, na parte da tarde, os manifestantes da campanha realizaram a paralisação completa do tráfego na 323 durante uma hora, com uma barreira instalada no portal da cidade. 

 

Em Umuarama um ´posto de adesivagem´ funcionou nas proximidades do Trevo do Posto Gauchão, onde mais de 20 pessoas conversaram com motoristas e colaram adesivos em mais de cinco mil veículos, segundo os organizadores da iniciativa, que foi acompanhada pela Polícia Rodoviária Estadual e não registrou nenhum tipo de incidente. Apesar da lentidão no fluxo dos veículos, os condutores abordados não reclamaram. Pelo contrário.

 

“O retorno que a gente tem dos usuários é estimulante, porque quem usa a rodovia sabe que já passou da hora de duplicá-la, para que a gente possa ter melhor condição de transporte e também se possa evitar o grande número de mortes provocadas pelos acidentes na rodovia”, disse o presidente da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Umuarama (ACIU), Celso Zolim, que participou da ação. Também participaram empresários e dirigentes da ACIU, vereadores, membros do Lions, do Rotary Club, das lojas maçônicas e lideranças ligadas à Igreja Católica. 

 

Apoio dos usuários

 

O empresário Ivo Bonce, de Maringá, que atua no setor de prestação de serviços, usa a PR-323 regularmente por conta de seus negócios e, mesmo tendo de interromper o seu ritmo de viagem por conta da manifestação na manhã de ontem, elogiou a iniciativa.

 

“Atrapalha um pouquinho, né? Mas eu acho necessário. Se nada for feito, aí é que os políticos não vão fazer nada. A capacidade da rodovia já está saturada, o que acaba contribuindo para o grande número de acidentes que acontecem nela”, afirmou. O caminhoneiro Herno José Beckmann, de São Miguel do Iguaçu e que trafega pela PR-323 pelo menos uma vez por semana transportando ração animal, é outro que não reclamou de dar uma ´paradinha` para colar o adesivo.

 

“Essa é uma idéia boa, porque chama a atenção das pessoas. A duplicação aqui precisa mesmo. Só as nossas autoridades é que não estão vendo isso, não enxergam que a gente precisa de mais segurança”, afirmou.

 

Movimento quer cumprimento de promessas

 

Esta foi a segunda iniciativa do gênero promovida pela campanha “PR-323 – Duplicação Já – Pela vida, por mais desenvolvimento”, que realizou também uma adesivagem em novembro do ano passado no local da manifestação desta quarta-feira. “Nós optamos por esta manifestação porque Cianorte já vai fazer o fechamento da rodovia na parte da tarde e assim uma ação completa a outra. E nos próximos dias deve estar acontecendo uma outra ação também em Maringá”, afirmou ontem o presidente da ACIU, Celso Zolim. 

 

Interesse regional

 

“Essa não é uma luta minha pessoal ou da entidade que eu represento, mas é uma luta que interessa a toda a comunidade regional, que clama pela duplicação da PR-323, para ter uma infraestrutura adequada para o seu desenvolvimento e para colocar um fim à violência e às mortes em função dos acidentes que acabam acontecendo na rodovia”, disse Zolim à imprensa que acompanhou a manifestação.

 

Cobrança

 

O presidente da ACIU afirmou também que as iniciativas da campanha,  em Umuarama, Cianorte ou Maringá, “bem como outras que iremos realizar, enquanto for necessário”, tem o objetivo de chamar a atenção das pessoas e de pressionar os políticos e o governo. “A duplicação da rodovia foi uma promessa do governador Beto Richa em campanha e depois de eleito ele esteve em Umuarama e reafirmou que a 323 seria uma das prioridades do seu governo. Então, nós estamos aqui, na rodovia, para que este compromisso não seja esquecido, para que possamos contar com recursos para a rodovia no orçamento do próximo ano”, finalizou Zolim.

http://www.portalumuarama.com.br/img/noticias/g/portalumuarama_noticia_26102011_1747283730.jpg

http://www.portalumuarama.com.br/img/noticias/g/portalumuarama_noticia_26102011_174706_0001.jpg

http://www.portalumuarama.com.br/img/noticias/g/portalumuarama_noticia_26102011_1747273730.jpg

—————

Voltar