JOVEM INVADE PREDIO SOBE NO ULTIMO ANDAR E TENTA SE MATAR

19/10/2011 21:20

    O desespero de um jovem identificado apenas como Gabriel, aparentando entre 20 e 25 anos, quase custou à vida dele na madrugada desta quarta-feira (19). Ele invadiu um prédio da rede Madero (Centro de Controle de Qualidade), e subiu no último andar, onde ficou por horas ameaçando pular para a morte.

O edifício está localizado na Alameda Cabral, esquina com a rua Martim Afonso, região do bairro São Francisco em Curitiba. O jovem pedia socorro e invadiu o prédio; ele subiu até o último andar, em seguida na escada da caixa d’água, ficando no ponto mais alto.

Equipes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros foram até o prédio. Socorristas subiram e instalaram equipamentos para resgate em altura; depois disso as negociações começaram. Durante duas horas os bombeiros conversaram com o jovem, que estava visivelmente alterado.

 

Negociação e drogas

“Ele estava com as pupilas bem dilatadas, característica de quem consumiu drogas. Neste caso, acredito que era crack”, revelou o capitão Torres dos Bombeiros. “Foi uma negociação difícil justamente por isso. A conversa avançava e voltava situação difícil; nestes casos é preciso manter a calma para não entrar na pilha da vítima”.

“As coisas que ele dizia eram controversas, não sabemos o que era verdade e o que  era fruto da imaginação”, completou o capitão. Por volta das 2h40 o jovem pode ser resgatado e recebeu atendimento médico numa ambulância do Samu. O jovem permaneceu em observação. "Gabriel" seria morador de Rio Negro-PR.

 

Perseguição

Um morador da região disse ter visto o rapaz ser perseguido por três pessoas, armadas com barras de ferro e pedras. “Vi a correria e ouvi os gritos de socorro. Lembro que disseram algumas coisas, mas eram inteligíveis”, afirmou Valdecir Vieira. “Eles desistiram e jogaram as barras e os pedregulhos na rua, tivemos que tirar mais tarde porque os carros estavam passando por cima”, contou.

 

Fonte: Portal Banda B

—————

Voltar