FORAGIDO DE GOIOERE E PRESO EM CAMPO MURÃO COM DROGAS E ARMA

19/10/2011 11:49

    Um homem que estava foragido desde o fim do ano passado foi preso na noite de terça-feira (18) em Campo Mourão com drogas, armas e uma arara azul.

   Segundo a Polícia Militar (PM), por volta das 20h30, uma pessoa denunciou anonimamente à equipe policial que um foragido de alta periculosidade se encontrava escondido em uma casa situada na Avenida Comendador Norberto Marcondes, no Centro de Campo Mourão, residência esta que estaria sendo utilizada também como ponto de venda de drogas por uma parente daquele foragido. Ao chegar no local, conforme a PM, moradora da residência tentou impedir a entrada dos policiais, bloqueando a passagem, inclusive agarrando alguns policiais, sendo necessário o uso da força progressiva e moderada para contê-la.

    No interior da residência, a PM localizou o foragido e condenado da Justiça A. K. S. de 30 anos, na companhia da namorada dele, B. C. V. de 19 anos. O homem tentou fugir enquanto a namorada tentava impedir a ação policial, mas parte da equipe conseguiu conter a ameaça e os demais integrantes conseguiram efetuar a imobilização e prisão do suspeito ainda dentro da residência.

    No local onde foi recapturado, foi localizado uma bolsa de nylon preta contendo drogas diversas (352,7 gramas de crack, 370,2 gramas em forma "pura" de cocaína, sendo parte da droga embalada e pronta para venda, além de diversos apetrechos para fabricação, batismo e pesagem dos entorpecentes). Além disso, a PM encontrou ainda uma pistola Taurus PT 100AF calibre .40 S&W com dois carregadores totalmente municiados - a arma de fogo possui brasão da Polícia Militar do Estado de São Paulo, constando queixa de "extravio" no sistema de informações. Durante a busca, foi localizada uma Arara Azul na área externa da residência, ave esta que se encontra listada em perigo de extinção.

    Na continuidade da busca, a PM encontrou, dentro de uma bolsa com documentos e objetos pessoais pertencentes à namorada do foragido uma lista contendo dados referentes à contabilidade da venda de drogas, além de 12 comprimidos de ecstasy embalados e escondidos em uma carteira feminina localizada no quarto da tia do recapturado, T. J. S. M. de 50 anos, juntamente com R$ 2.110 trocado em espécie, além de vários celulares.

 

—————

Voltar